terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Domingo...



...teve Zeca Baleiro e Tijuqueira na Praia Brava. Com vontade de ir mas morrendo de preguiça de dirigir até o longínquo paraíso dos playboys, liguei pro meu pai. Me ofereceu uma carona até lá, com a condição que eu fotografasse um vôo de parapente que ele faria. Tudo bem, até porque eu também ia voar.
No caminho compartilhamos um chá e demos boas risadas. Fiquei pensando em como eu me relaciono legal com meu pai hoje em dia. Brigamos muito durante minha adolescência e juventude e passamos longos períodos afetivamente afastados, mas hoje gosto muito de encontrar o velho.
No final nem vimos os shows. Subimos o morro da Brava de caminhonete e fiquei esperando o Mosquito com os parapentes. Aterrissamos na praia, tomei 4 cervejas com papito, fiz algumas fotinhos do públicos e aí já eram nove da noite. Comemos um filé de 400 gramas e encaramos um leve congestionamento até a Lagoa da Conceição.

Um comentário:

Bembi disse...

Faltou uma legenda dizendo que teu papito é você amanhã, e não você disfarçado de papito. A semelhança naõ é mera coincidência...
E um filé de 400 gr? Você é um puma, Caio Cézar? Jesus te abane.
Um beijocão